Ame algo mais elevado, algo maior, algo no qual você se perderá e que não possa controlar; você pode ser possuído por ele, mas não pode possuí-lo. Então o ego desaparece, e, quando o amor não tiver ego, ele será prece. Osho
Photobucket Apenas um raio de sol é suficiente para afastar várias sombras. São Francisco de Assis

domingo, 15 de maio de 2011



Aprenda como ficar zen


palavra oriental, que entrou na moda há cerca de uma década, nos lembra
de viver no presente e cultivar momentos de paz mesmo na agitação da 
rotina. Descubra como fazer essas pausas e estar sempre de bem com a 
vida, a qualquer hora, em qualquer lugar.
Ser zen é “estar ativo em tranqüilidade e
tranqüilo em atividade”, ensina Buda. Esse é apenas um dos inúmeros 
princípios da escola soto zen do budismo japonês, fundada no século 13, 
que podem facilitar muito a vida de quem está sempre agitado, beirando o
estresse.
“Zen virou um adjetivo para caracterizar
pessoas calmas, distraídas ou boas demais. Mas não é esse o sentido 
verdadeiro do termo. Ser zen é estar sempre atento e desperto para viver
cada momento, cada problema, cada sensação como se fosse a primeira 
vez, agindo de maneira sempre nova. O que causa o estresse é justamente 
não perceber que tudo é recriado a cada instante e que cada gesto 
simples — acordar, comer, tomar água, ir ao trabalho —, 
embora pareça 
sempre igual, toma uma nova forma todos os dias. 
Para o zen a repetição 
não é enfadonha, mas criativa”

- desconheço autor -